Conhecimento em inglês corporativo é essencial para a tradução correta das informações

Ter um bom currículo pode ser a porta de entrada para aquela tão desejada vaga de emprego. Afinal, ele é o primeiro contato que os recrutadores têm com o candidato. Por isso, além de conter as informações necessárias para se candidatar ao cargo, o currículo deve estar bem organizado, de forma que simplifique o trabalho do recrutador. 

Em meio a um processo seletivo concorrido, um currículo bem escrito, sem erros ortográficos, com dados claros, objetivos e visíveis pode fazer toda a diferença.

Mas e quando ele precisa ser elaborado em inglês? O que o candidato deve fazer?

As orientações são as mesmas, mas é preciso ficar atento, pois o uso do inglês corporativo é essencial nesse caso. Também chamado de business-oriented, trata-se do conhecimento sobre termos e expressões do idioma que são direcionados ao cotidiano dos negócios.

Para saber mais sobre como elaborar um bom currículo em inglês, confira as dicas deste post!

Por que ter um currículo com inglês corporativo é essencial?

Não apenas as pessoas que pretendem morar em um país com o inglês como língua nativa devem ter um currículo no idioma. Com a internet, houve uma quebra das barreiras geográficas nas relações de trabalho. 

Além disso, a pandemia de Covid-19 mostrou que muitas empresas podem manter ou até mesmo aumentar a produtividade com o regime de home office. Dessa forma, são várias as razões sobre por que ter um currículo em inglês corporativo é essencial:

Processo seletivo em multinacional

Os processos seletivos de multinacionais instaladas no Brasil costumam solicitar duas versões do currículo do candidato, sendo uma em português e a outra em inglês.
O pedido ocorre porque, em algum momento da seleção, o documento será avaliado por gestores que atuam fora do país. 

Trabalho em uma empresa estrangeira

Outra situação que exige um currículo em inglês é quando o candidato concorre a uma vaga remota para uma empresa de outro país. Nesse caso, o inglês corporativo é essencial não só no momento da seleção, mas também para o dia a dia de trabalho. 

Viagem ao exterior

Quem planeja passar uma temporada fora do Brasil pode elaborar um currículo em inglês para concorrer a uma vaga temporária de emprego. 

Além de aumentar a renda durante a estadia fora, a experiência permite praticar o idioma no dia a dia, conhecer mais da cultura do país em questão, aumentar a rede de contatos e enriquecer o currículo profissional.

Mudar de país

Quando existe a intenção de viver no exterior, também é preciso ter um currículo em inglês. Mesmo nos países que não têm o idioma como oficial, as empresas podem fazer a seleção de profissionais estrangeiros na língua inglesa. 

Vale lembrar que o inglês é a língua mais falada do mundo, abrangendo um total de 1,2 bilhão de pessoas. Desse total, 60% não são falantes nativos, conforme dados publicados pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP).

Résumé, CV ou cover letter?

Agora que você já conhece algumas situações em que é importante ter um currículo em inglês, é preciso entender a diferença entre alguns conceitos usados por outros países. Afinal, qual a forma correta de dizer “currículo” em inglês?

  • Résumé: é o termo usado para se referir ao currículo profissional nos Estados Unidos e no Canadá. Nesses países, as iniciais CV correspondem a um extenso histórico escolar. Por isso, sempre é recomendado o uso de “résumé”
  • CV: refere-se à expressão curriculum vitae. Na Inglaterra, como não há o uso do termo “résumé”, o candidato deve sempre utilizar essa sigla. Com exceção dos Estados Unidos, Canadá e Inglaterra, nos outros países de língua inglesa é possível escolher entre usar résumé ou CV
  • Cover letter: traduzindo para o português, é a chamada “carta de apresentação”. Como o próprio nome diz, é um documento formal que apresenta o candidato e geralmente é anexado ao currículo

Como elaborar o currículo em inglês

Compreendendo quando pode ser necessário o uso do currículo em inglês e qual é o termo correto para designá-lo, é hora de partir para a prática. Confira algumas dicas que podem deixar você mais perto da vaga desejada:

1. Garanta a excelência na tradução

Ter conhecimento do inglês corporativo é essencial para esse processo, pois a tradução precisa ser correta e coerente. Por isso, não use ferramentas automáticas. Alguns termos acabam sendo traduzidos acabam traduzidos ao pé da letra e prejudicam a compreensão do leitor.

Caso tenha dificuldades para fazer a tradução, o melhor é buscar um profissional da área. Nós a Ruby Academy oferecemos o serviço de tradução de currículo e de carta de apresentação também. No entanto, lembre-se de que a fluência no idioma será avaliada em outros momentos do processo seletivo e também será importante na rotina de trabalho. Investir em um curso de inglês corporativo pode fazer toda a diferença antes de se candidatar para a vaga. 

2. Fique atento à organização das informações

Os dados do currículo devem ser apresentados de maneira clara e objetiva. O ideal é que o documento não ultrapasse uma página. Nesse sentido, é importante tomar os cuidados com a formatação. Veja algumas dicas:

  • use fontes legíveis, como a Arial e a Cambria; 
  • defina um tamanho de letra que facilite a leitura, como 11 ou 12;
  • use títulos em negrito e com um tamanho um pouco maior para separar os conteúdos;
  • margens do documento podem ter 2 ou 2,5 centímetros;
  • pesquise modelos na internet que possam servir de inspiração.

3. Informe apenas o necessário

O currículo em inglês deve conter informações pessoais, um breve resumo dos objetivos do candidato, formação acadêmica, experiência profissional e habilidades. Confira o que é preciso incluir em cada seção:

Personal information

É a área para apresentar os dados pessoais. 

O que incluir nesta seção:

  • nome;
  • endereço;
  • número de celular (se colocar o telefone usado no Brasil, lembre-se de inserir os códigos e verificar se o seu plano recebe chamadas internacionais);
  • e-mail;
  • perfil no LinkedIn (opcional).

O que não colocar nesta seção:

  • número de documentos;
  • redes sociais;
  • estado civil;
  • religião.

Uma dica de formatação é criar uma coluna lateral para informações pessoais.

Summary

É um breve resumo dos seus objetivos profissionais. Em poucas linhas, demonstre os motivos do seu interesse pela vaga. 

Professional experience

Nesta seção, o candidato deve relacionar as experiências profissionais que possam contribuir para a vaga.

Education

Área destinada a apresentar a formação acadêmica do candidato. Para preencher esta parte do currículo, é importante lembrar as referências que são usadas para:

  • quem é graduado: B.A. ou B.S.;
  • quem tem mestrado: Msc;
  • quem tem doutorado: PhD.

Skills

É a seção na qual o candidato coloca as habilidades relevantes que desenvolveu durante a vida profissional. Inclua cinco ou seis, no máximo, priorizando aquelas que têm compatibilidade com a vaga pretendida.

4. Tenha atenção às datas

As informações do currículo devem ser incluídas na ordem cronológica inversa, ou seja, das mais recentes para as mais antigas.

Um detalhe muito importante é ter atenção ao uso das datas. Por aqui, usamos o formato dia/mês/ano. Já nos Estados Unidos, por exemplo, é mês/dia/ano. Esse detalhe também faz a diferença para assegurar que as informações sejam incluídas corretamente.

5. Conheça os principais termos do inglês para empresas

Dominar o inglês corporativo também mostra que você conhece algumas palavras que são exclusivas do ambiente profissional. Alguns termos usuais são:

  • cargo: position;
  • cargos ocupados: positions held;
  • carreira: career;
  • estagiário: intern;
  • estágio: internship;
  • objetivo: objective;
  • oportunidade: opportunity;
  • programa de treinamento: training program;
  • trabalho voluntário: volunteer work.

Venha para a Ruby Academy

Como você viu, o inglês corporativo é essencial no mercado atual. A Ruby Academy oferece cursos preparatórios de inglês para atividades específicas, todos eles adaptados às suas necessidades. 

E se você quer investir em inglês para empresas, mas tem uma rotina agitada, conheça a Ruby Mentoring!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Nosso site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes para oferecer a você uma melhor experiencia ao navegar.
Chat
1
Podemos ajudar?
Podemos ajudar?